Substâncias Tóxicas

09/07/2007
Envenenamento nos lares
silvana malta

 


A ocorrência de envenenamentos nos lares causados por produtos de higiene e limpeza, inseticidas e, principalmente, raticidas clandestinos têm aumentado significativamente, tendo como principais vítimas crianças de 1 a 5 anos de idade. Quem afirma é a diretora do Centro de Informações Antiveneno da Bahia (Ciave), Daisy Schwab. Segundo ela, entre esses agentes tóxicos, os mais comuns e perigosos são os raticidas clandestinos.



• Não compre e nunca use produtos de origem clandestina ou desconhecida;
• Produtos perigosos devem ser guardados em armários trancados, longe de alimentos e fora do alcance de crianças e animais domésticos;
• Não guarde os produtos perigosos em outras embalagens;
• As embalagens de produtos perigosos nunca devem ser reutilizadas;
• Ao utilizar qualquer produto perigoso, tome todos os cuidados para evitar acidentes, principalmente com crianças. Leia atentamente o rótulo e as instruções. Procure sempre nos produtos o registro no Ministério da Saúde ou da Agricultura;
• Inseticidas e raticidas devem ser usados com muito cuidado, pois são venenosos para os insetos e ratos e também para o homem;
• Após o uso, lave as mãos com bastante água e sabão neutro e, se necessário, troque de roupa;
• Somente as empresas credenciadas pela Vigilância Sanitária estão autorizadas para realizar desratização e/ou desinsetização. Exija o número do registro da empresa, o nome dos produtos a serem utilizados, assim como os cuidados que devem ser tomados para evitar intoxicações.



1.Se o veneno estiver no ambiente:
  • Abrir portas e janelas para ventilar o local;
  • Retirar pessoas e animais do ambiente contaminado;
     Obs.: Proteja-se com luvas e máscaras ao prestar socorro

2.Contato com a pele:
  • Retirar roupas e sapatos da pessoa atingida;
  • Lavar a pela com água corrente abundante, sem esfregar;

3.Contato com os olhos:
  • Lavar com bastante água corrente ou soro fisiológico e procurar um especialista;

4.Em caso de ingestão:
  • Nunca provocar vômitos se a vítima estiver desmaiada ou em convulsão ou estiver menos de 2 anos, ou se o produto ingerido for inseticida líquido, querosene, gasolina, solventes, substâncias cáusticas ou ácidos em geral.
    Obs.: Em todos os casos acima, procure a unidade de saúde mais próxima para orientação adequada, leve o produto ou o nome do produto que causou o envenenamento junto com a vítima e consulte o Centro de Informações Antiveneno (Ciave).



Produtos de higiene e limpeza
São produtos de composição e toxidade variada. Alguns são produzidos ilegalmente por fábricas de fundo de quintal e comercializados de porta em porta. Por serem em geral mais concentrados, causam envenenamentos mais graves e freqüentes do que os legais.

Inseticidas de uso doméstico
Geralmente os produtos à base de piretróides são pouco tóxicos quando usados adequadamente. No entanto, podem causar alergias e envenenamento, principalmente em pessoas sensíveis. A prática de desinsetização e desratização em ambiente domiciliar, comercial, hospitalar etc., por empresa não capacitada, tem determinado a ocorrência de envenenamento.

Raticidas autorizados

No Brasil, só estão autorizados os raticidas à base de anticoagulantes cumarínicos, que podem ser encontrados em supermercados e casas do ramo, sob a forma de iscas e granulados. Os raticidas cumarínicos têm a característica de eliminar os roedores individualmente e atingir também as colônias, sendo este o objetivo principal da saúde pública.

Raticidas clandestinos

Todas as outras substâncias, principalmente os pesticidas agrícolas e os metais, como arsênico, estão proibidas de serem utilizadas como raticidas, mas têm sido amplamente comercializadas ilegalmente com vários nomes, como Mil Gatos, MR, Chumbinho, Kill-Rat, Mata Ratos, Comeu Morreu, Pingo de Ouro, entre outros.

Copyright © 1997 - 2007 A TARDE On Line . Internet.com.Informação .